Name:
Location: Cranbrook, Colômbia Britânica, Canada

Helder Fernando de Pinto Correia Ponte, também conhecido por Xinguila nos seus anos de juventude em Luanda, Angola, nasceu em Maquela do Zombo, Uíge, Angola, em 1950. Viveu a sua meninice na Roça Novo Fratel (Serra da Canda) e na Vila da Damba (Uíge), e a sua juventude em Luanda e Cabinda. Frequentou os liceus Paulo Dias de Novais e Salvador Correia, e o Curso Superior de Economia da Universidade de Luanda. Cumpriu serviço militar como oficial miliciano do Serviço de Intendência (logística) do Exército Português em Luanda e Cabinda. Deixou Angola em Novembro de 1975 e emigrou para o Canadá em 1977, onde vive com a sua esposa Estela (Princesa do Huambo) e filho Marco Alexandre. É gestor de um grupo de empresas de propriedade dos Índios Kootenay, na Colômbia Britânica, no sopé oeste das Montanhas Rochosas Canadianas. Gosta da leitura e do estudo, e adora escrever sobre a História de Angola, de África e do Atlântico Sul, com ênfase na Escravatura, sobre os quais tem uma biblioteca pessoal extensa.

Saturday, July 28, 2007

3.9.3 Angola, o Fim da Guerra Fria, e a Re-Africanização da África Austral


3. Angola, o Fim da Guerra Fria, e a Re-Africanização da África Austral

Amigo Leitor - Este capítulo ainda em desenvolvimento

A mais longa guerra de libertação nacional em África

O Regresso das Caravelas

Angola Lugar Quente da Guerra Fria

O Fim da Rodésia, do Sudoeste Africano e do Apartheid na África do Sul

O desmoronamento da Unuião das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e o Fim da Guerra Fria

Numa época mais recente, podemos ainda relembrar o exemplo da relevância do petróleo de Angola na economia mundial do Séc. XXI.

2 Comments:

Blogger MESU MA JIKUKA said...

Pergunto-me: Por que só hoje cá cheguei?
Ainda bem. Vale sempre tarde do que nunca.
Um blogue imperdível.
Já está entre os favoritos.
Luciano Canhanga

5:09 AM  
Blogger Jorge Ramiro said...

As guerras são inúteis. Os países têm que pensar sobre a integração de seu povo e eles têm que ser amigo dos outros países. Porque todos no mundo são irmãos. Eu não sou um político, sou uma pessoa normal, eu tenho uma otica brasil. Mas eu creio na paz.

6:19 AM  

Post a Comment

<< Home